A Depressão e a naturopatia

A depressão é uma condição multifatorial, e por isso o indivíduo deverá ter um fortalecimento não só a nível físico, mas também mental e emocional.

Devido às mudanças de hábitos impostos pela vida moderna, que aumentam a tensão causada pelo stress, que estimulam a ociosidade e a pressa, que privilegiam uma alimentação totalmente processada e o enfraquecimento de relações interpessoais, torna-se uma condição que afeta cada vez mais os portugueses .
Todos esses aspetos são decisivos, além da condição genética, que certamente também desempenha um papel de agravar e exacerbar todos esses maus hábitos.
Causas
A depressão pode ser causada por desequilíbrios químicos ou resultado de stress mental prolongado, além de deficiências nutricionais, alergias, intolerâncias e desequilíbrios hormonais.
A Wholism depara-se diariamente com este problema e por isso, de uma forma muito generalista faz algumas recomendações:
Terapêuticas naturais
Homeopatia;
Exercício Físico – pesquisas que comparam a atividade física e antidepressivos, constataram que os exercícios físicos superam os antidepressivos a longo prazo, uma vez que ajudam na produção de endorfinas (estimulantes naturais);
Dieta e Omega 3 – Ácidos gordos saudáveis como ómega 3 melhoram a comunicação entre as células do cérebro, com propriedades anti-inflamatórias e anti-depressivas.
Intolerâncias alimentares – Segundo alguns estudos existem cada vez mais indivíduos com intolerância ao trigo, leite e derivados e outros alimentos. Estas intolerâncias alteram a simbiose intestinal o que poderá traduzir numa dificuldade de produção de neurotransmissores, uma vez que cerca de 90% da serotonina é sintetizada nos intestinos. Por isso, é muito importante a suplementação de forma prolongada de pré e pro-bióticos associados a uma dieta rica e equilibrada;
Vitamina D3 – Diversos estudos mostram que a vitamina D obtida com a exposição saudável à luz do sol tem efeitos anti-inflamatórios e anti-depressivos. A exposição ao sol é importante bem como a suplementação caso os níveis desta vitamina estejam em défice;
Vitaminas do complexo B, magnésio – substâncias que alimentam o tecido cerebral e que estão na síntese de determinados neurotransmissores;
5 HTP – é um precursor da serotonina (neurotransmissor responsável pela sensação de bem-estar) e cujos níveis muito baixos podem desempenhar um papel na alteração do humor, ansiedade, ataques de pânico e depressão.
Erva de São João (hipericão) – muito útil na depressão uma vez que tem um efeito tónico no sistema nervoso, mas não deve ser combinada com medicamentos antidepressivos;
Ashwagandha ou Rodiola – planta que tem propriedades adaptogénicas para stress prolongado, falta de vitalidade e debilidade mental;
Essências florais – remédios de Bach que ajudam ao equilíbrio de emoções associadas
Estar conectado e fazer atividades de auto-realização;
Meditação
Técnicas de relaxamento físico e mental

A combinação personalizada destas várias terapêuticas e técnicas possibilitam restabelecer a química cerebral, aumentar a energia vital e estimular-se para uma vida mais preenchida e saudável mental e emocionalmente.
Venha connosco melhorar a sua vida e marque uma consulta de naturopatia!